CowParade

Um rebanho colorido e irreverente chega para alegrar a cidade na semana de seu aniversário. Formado por cerca de 90 vacas, a CowParade, mostrará obras assinadas por Inez Saragoza, Sônia Menna Barreto, Maramgoní, Marcelo Faisal, Marcello Serpa, Hans Hossi, Morandini, Reynaldo Berto,entre outros artistas plásticos, designers, grafiteiros, arquitetos, paisagistas que vivem e são apaixonados por São Paulo.

As vaquinhas estarão espalhadas pela cidade em pontos de grande acesso de público, como Av. Paulista, Av. Brig. Faria Lima, Oscar Freire, Av. Cidade Jardim, Av. Henrique Schaumann, estações do Metrô, rodoviárias, museus, shoppings, parques e praças.
Seus nomes e temas instigam a criatividade, remetem à fantasia, chamam atenção para problemas e belezas da cidade, homenageiam figuras pop, discutem assuntos atuais do dia a dia de uma das maiores metrópoles do mundo. Cowgestionamento, atenta para o calvário que é nosso trânsito; Cowçada, Vaca de Sampa, Pujança, Urbana, homenageiam a cidade; Vaca Tattoo, Do Pasto à Passarela lembram as diferentes tribos que circulam incansáveis; Cicowvia, 100% Brasileira, Vá Carbono, Cow Seletiva falam de sustentabilidade, fazem lembrar que precisamos poluir menos e cuidar mais da cidade e do mundo; Cowby e Micowjackson, Cowlorida, Cowfeína confirmam que o bom humor persiste, mesmo dentro do caos. É esta a proposta da CowParade, levar por onde passa a arte, beleza, integração, cultura e muita alegria. Faz quatro anos que elas estiveram por aqui, e todos se lembram. As vaquinhas pretendem bater todos os recordes de sorriso, fotos e público nessa nova edição. Trata-se da CowParade – Circuito das Vacas, exposição de arte que há 11 anos circula o mundo todo. Ela já passou por 58 cidades no mundo e no Brasil por São Paulo (2005), Curitiba e Belo Horizonte (ambas em 2006) e Rio de Janeiro (2007), e foi vista por mais de 150 milhões de pessoas.

Paulistanos de qualquer idade e classe social são movidos pela irresistível atração exercida por esse inusitado rebanho que ocupará a cidade por dois meses com suas esculturas instaladas em pontos estratégicos. A maior parte em espaços abertos, livres para o olhar, a contemplação e, sobretudo, a diversão.
É um dos poucos projetos que envolvem a comunidade por inteiro: empresas, artistas locais, terceiro setor e o público, todos trabalhando em conjunto para a criação e o sucesso do evento cujo objetivo é valorizar a arte, embelezar a cidade, proporcionar uma forma de entretenimento e democratizar a cultura. A CowParade começou em 1998 quando o artista suíço Pascal Knapp criou diversas esculturas em formato de vaca com a clara intenção de provocar o riso. Em 2000 os direitos das esculturas de Knapp foram comprados pela americana CowParade Holding Inc. e outras 4 mil vacas criadas em todos os continentes.

Desde então, foram produzidas 230 miniaturas das vaquinhas mais aplaudidas, em tiragens limitadas e numeradas. De seis em seis meses são editadas novas séries que são comercializadas no Brasil por diversas lojas de presentes e pelo site Submarino. E detalhe: delas, algumas são obras de artistas brasileiros como a famosa escultura da primeira edição da Cowparade São Paulo: Rodo Logo Existo, criada por Kiko Cesar, Felipe Madureira e Luiz Almeida e patrocinada pela Pirelli.

Outra meta é promover a responsabilidade social. Por isso, ao final de cada temporada numa cidade, as vaquinhas são arrematadas em leilões beneficentes com renda revertida para obras sociais das comunidades envolvidas. O projeto já arrecadou quase R$ 3 milhões para ações de responsabilidade social no Brasil. A arrecadação obtida pelo leilão desta vez será encaminhada para a Fundação Gol de Letra, entre outras.
Quem assina a edição aqui é a Toptrends, em parceria com a Farah Service, representante da CowParade no Brasil. Empresa brasileira criada em 2004 com a missão de popularizar a arte e a cultura através de projetos especiais como este que é um dos maiores e mais bem-sucedidos eventos contemporâneos de exposição de arte de rua do mundo.

Números da CowParade
• Arrecadou US$ 21 milhões para ações de responsabilidade social no mundo todo
• Movimenta US$ 75 milhões em produtos de licenciamento
• Em 2000 foi eleita como uma das 10 maiores idéias de marketing entre 1.000, pelo jornal Advertising Age
• Foi considerado pelo prefeito Rudy Giuliani o evento do milênio quando da sua edição em 2000, em Nova York
• São necessários 50kg de fibra de vidro para cada escultura
• A exposição já passou por 58 cidades no mundo todo
• Já foram criadas 4.400 vacas em todo mundo
• São Paulo foi a primeira cidade da América do Sul a receber a exposição.

Idealizada pela Toptrends, a CowParade acontece pela segunda vez na cidade de São Paulo. Trata-se de uma exposição de arte realizada em locais públicos onde as peças (vacas), esculturas em fibra de vidro decoradas por artistas locais, são distribuídas pelas ruas e avenidas da cidade. Mais legal ainda: no final da exposição, as obras são leiloadas e o dinheiro é revertido para entidades beneficentes.

Quando? De Janeiro a 21 de Março de 2010
Quanto? Sola de sapato para rodar pelas ruas da cidade.
Onde?
Veja os locais das vacas no mapa abaixo:

Catálogo Cow Parade 2010 São Paulo

Catálogo 2008

Catálogo 2007

Confira a linha de produtos Cow Parade 2010 São Paulo

CowParade Brasil

Realização: Toptrends e Farah Service
Apoio: Secretaria da Cultura da Prefeitura da Cidade de São Paulo
Patrocínio Master: Ipiranga
Entidades beneficentes: Fundação Gol de Letra

Mais informações:
www.toptrends.com.br
www.cowparade.com.br
www.cowparade.com.br/sp

Cowparade_footer